Pages - Menu

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

A Jornada do Escritor


Título original: The Writer's Journey
Autor: Christopher Vogler


Talvez uma das obras mais importantes já feitas sobre estrutura literária, "A Jornada do Escritor" explica os passos essenciais para que escritores ou roteiristas - leigos ou veteranos - possam escrever histórias com maestria, cuja mensagem se identifique com a alma de seu público. Para isto, Vogler baseia-se no legado grandioso do mitólogo Joseph Campbell, principalmente no livro "O herói de mil faces", bem como nas obras de psicologia de Carl G. Jung sobre arquétipos e inconsciente coletivo.

O livro "O herói de mil faces" de Joseph Campbell é uma maravilhosa viagem ao mundo dos contos de heróis de todas as eras, culturas e religiões, mostrando as inacreditáveis semelhanças entre eles. Com isso, Campbell conseguiu traçar alguns padrões nas histórias dos heróis antigos e identificou estes mesmos padrões na história de vida de todo ser humano, de todas as culturas. A estes padrões ele chamou de "Jornada do Herói". Christopher Vogler explora esta "Jornada" e as traduz para uma linguagem atual, fácil e divertida, contrastando com a linguagem de Campbell, que é mais densa e talvez canse alguns.

Além desta base mitológica, Vogler evoca conceitos da psicologia analítica de Carl G. Jung acerca de arquétipos e incosciente coletivo. Arquétipos podem ser definidos por "padrões de personalidade que são uma herança compartilhada por toda a raça humana". Em outras palavras, são tipos de personalidades comuns nos contos mitológicos antigos, como o Herói, Vilão, Arauto, Mentor, etc. Cada um possui uma função decisiva na história, fundamental para gerar conflitos e reviravoltas. O incosciente coletivo se entende como o lugar na mente humana de onde brotam esses arquétipos, que, segundo o autor, "são impressionantemente constantes através dos tempos e das mais variadas culturas, nos sonhos e nas personalidades dos indivíduos, assim como na imaginação mítica do mundo inteiro".

Como o título sugere, o livro parece ser voltado totalmente para escritores, tanto profissionais como aspirantes. De fato, para quem sonha em escrever livros ou roteiros, a leitura desta obra é obrigatória. Vogler não ensina uma técnica, mas mostra como as etapas da Jornada do Herói podem ser perfeitamente utilizadas para se construir e amarrar bem uma história. Utilizando-se de exemplos variados do cinema e literatura, ele esclarece que estes estágios não são fórmulas ou clichês, mas sim ferramentas que devem ser manipuladas e estruturadas - ou até desconstruídas - com muita criatividade. O fator determinante para uma boa história está justamente na inovação com que se brinca com estes arquétipos e estágios.

Porém, o livro não serve somente para escritores. Estudar a Jornada do Herói na linguagem direta e atual de Vogler é uma viagem maravilhosa para qualquer um que ama viver a vida intensamente. É muito interessante identificar os tipos de personalidade que nos cercam e as etapas pelas quais passamos no nosso dia a dia e saber que estes elementos estão presentes em filmes, romances, contos e na vida real.

Para conhecer em detalhes quais são os arquétipos e as etapas da Jornada, leia o artigo  "A Jornada do Herói".
Aconselho ler também a apostila do Eduardo Sphor sobre estrutura literária, baseado neste livro:

http://filosofianerd.com.br/pdf/estrutura_literaria_apostila.pdf

--

E você, o que acha sobre isso? Acredita no inconsciente coletivo? Acredita que todos os heróis passam por etapas semelhantes? Você acha que a Jornada do Herói pode se tornar um clichê no cinema ou literatura?
Deixe seus comentários abaixo!

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Valeu!... tentando modelar melhor a massinha a cada dia... rs

      Excluir
    2. espero q mim ajude esse blog!!!!!!!!!B)

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Lidyane, eu achei este aqui na net... se não conseguir baixar me passa teu email que eu te envio:

      https://leandromarshall.files.wordpress.com/2012/05/christopher-vogler-a-jornada-do-escritor2.pdf

      Abs

      Excluir
  4. Olá Rafael, me recomendaram esse livro e realmente me parece muito interessante. Pretendo lê-lo em breve.
    Mas ainda gostaria de outra recomendação. Sou empreendedor e tenho ouvido muito falar sobre storytelling. Que nada mais é do que a aplicação desses conceitos em situações pontuais do mercado, seja numa reunião interna, numa campanha publicitária ou numa negociação.
    Gostaria de saber se você me recomenda alguma leitura mais aplicável em tais situações, com técnicas mais práticas.
    Antecipo meus agradecimentos. Henrique.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Henrique,
      desculpe pela demora pra responder....
      Eu não estou por dentro do assunto específico de storytelling, mas vi que existe muito material bom na internet, muitos livros, etc...
      Sei que certamente a Jornada do Herói é aplicável ao nosso dia a dia, dando mais sentido a nossa existência. Não é difícil identificarmos os arquétipos da Jornada ao nosso redor (heróis, vilões, mentores, pícaros, etc), quem somos de fato na nossa história e que papel desempenhamos na história dos outros... e também as etapas da Jornada... bom, pelo menos eu consigo ver tudo na minha vida pessoal e profissional, é muito legal ter essa visão.

      Mas vou pesquisar mais sobre storytelling, assim q tiver tempo, rs

      Grande abraço

      Excluir

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...